Nesta sexta-feira (18), as Guerreiras Grenás foram derrotadas por 2 a 1 para o Deportivo Cuenca-EQU, no estádio Olímpico de Atahualpa, debaixo de forte chuva. O gol da Ferroviária foi marcado por Aline Milene. A partida foi válida pela última rodada da primeira fase da Copa Libertadores da América, que está sendo realizada em Quito, no Equador. As duas equipes já entraram classificadas para as quartas de final do torneio. Foi a primeira derrota da Locomotiva na competição, que terminou a primeira fase no segundo lugar do Grupo B, com seis pontos, três atrás do líder Deportivo Cuenca-EQU.

Nas quartas de final, a Ferroviária vai enfrentar o Atlético Huila-COL, atual campeão da Libertadores e que terminou a primeira fase na liderança do Grupo A. A partida será na segunda-feira (21), no estádio Olímpico de Atahualpa. O horário ainda será definido.

A técnica Tatiele Silveira falou que a equipe vai se ajustar para voltar a ter grandes atuações. “Foi uma partida difícil, contra a equipe da casa. Sabíamos que (o Deportivo Cuenca-QUE) é uma equipe que tem muita qualidade, e também vinha de duas vitórias. As dificuldades vieram, muita chuva, trocamos o estádio, mas isso não justifica o resultado negativo. Mas nós temos ainda o que ajustar, não fizemos um bom jogo na nossa avaliação, jogamos abaixo daquilo que a gente vinha apresentando. E é isso que temos que retomar agora, as correções e a nossa maneira de conduzir as partidas”, comentou.

A zagueira Andreia disse que a derrota serve como aprendizado. “Sabemos que não foi um jogo que nós estamos acostumados a jogar. Sabemos que a Ferroviária pode dar muito mais. Mas é um jogo que a gente aprende bastante, principalmente para a próxima fase. E tenho certeza que a equipe vai estar mais fortalecida”, pontuou.

Texto e foto: Tiago Pavini/Ferroviária SA