LOCOMOTIVA ONLINE
  1. Categorias de Formação têm balanço positivo em 2019
  2. Coordenadora da Ferroviária, Ana Lorena Marche, concede palestra em Salvador
  3. Guerreiras são vice-campeãs da América!
  4. Guerreiras enfrentam o Corinthians na final da Libertadores pelo bicampeonato
  5. Guerreiras derrotam o Cerro Porteño e estão na final da Libertadores

Fonte Luminosa

O estádio Dr. Adhemar Pereira de Barros, conhecido como Fonte Luminosa, foi inaugurado no dia 10 de junho de 1951, resultado do esforço do fundador da Associação Ferroviária de Esporte (AFE), o engenheiro Antônio Tavares Pereira Lima.

O jogo de inauguração foi contra o Vasco da Gama, na época sensação do futebol brasileiro. A equipe do Rio de Janeiro veio a Araraquara e, com uma bela atuação, venceu a Ferroviária por 5 a 0. O primeiro gol na Fonte Luminosa foi marcado por Friaça, que foi autor do gol de honra da Seleção Brasileira na derrota por 2 a 1 para o Uruguai na final da Copa do Mundo de 1950.

Em 2009, após um ano e quatro meses de reformas, foi a inaugurada a Arena Multiuso da Fonte Luminosa, o mais moderno estádio do interior de São Paulo. No jogo de inauguração, com a presença de mais de 21 mil torcedores, a Ferroviária bateu o Ituano por 2 a 1, com gols de Fernando Luís, o primeiro na nova arena, e Joel para a Ferroviária. Diego Faria descontou para o Ituano.

Arena padrão FIFA para 25000 pessoas

Mais Informações

  • Nome: Doutor Adhemar Pereira de Barros (Fonte Luminosa)
  • Endereço: Praça Scalamandré Sobrinho, s/nº – Vila Ferroviária
    Araraquara-SP
  • Inauguração: 10/06/1951 (Ferroviária 0 x 5 Vasco da Gama/RJ)
  • Inauguração Arena da Fonte: 22/10/2009 (Ferroviária 2 x 1 Ituano)
  • Capacidade: 25.000 pessoas
  • Primeiro Gol: Friaça (Vasco da Gama/RJ)
  • Primeiro Gol Arena: Fernando Luís (Ferroviária)
  • Recorde de público: 21.254 pessoas (Ferroviária 2 x 1 Ituano – 22/10/2009 – Copa Paulista de Futebol)
  • Dimensões do gramado: 110m x 75m

CT DO PINHEIRINHO

As equipes da Ferroviária realizam seus treinos no Centro de Treinamento (CT) “Olegário Tolói de Oliveira” – Dudu, construído no Parque Ecológico Pinheirinho. Inaugurado em 7 de dezembro de 2008, o CT do Pinheirinho conta com cinco campos de futebol com medidas oficias (70m x 110m), em área total de 45 mil m2, e com toda infraestrutura necessária para atender atletas, comissão técnica, público e imprensa, incluindo vestiários e banheiros.

Além de servir ao time profissional da Ferroviária, o CT do Pinheirinho é utilizado pelas equipes das categorias de base, que incluem o Sub-15, o Sub-17 e o Sub-20. Assim, todos os atletas da Ferroviária têm à disposição a mesma estrutura de treinamento, que tem se mostrado fundamental para um bom desempenho nos campeonatos que disputam.

O nome do Centro de Treinamento é uma homenagem ao volante Dudu, jogador revelado no futebol amador de Araraquara, com atuações no time juvenil da Associação Desportiva Araraquara (ADA) e que se destacou nacionalmente na Ferroviária. No Palmeiras, Dudu fez parte da academia de futebol e tem em seu currículo convocações para a Seleção Paulista e Brasileira.

Arena padrão FIFA para 25000 pessoas

Mais informações do CT do Pinheirinho

  • Inaugurado em 7 de dezembro de 2008
  • Endereço: Av. Francisco Vaz Filho, s/nº
  • Tem cinco campos de futebol com medidas oficiais (70 x 110m)
  • Possui estrutura de vestiários e banheiros para atender atletas, público e imprensa
  • Utilizado para treinamento do time profissional da Ferroviária
  • Utilizado pelas equipes de base da Ferroviária (Sub-15, Sub-17 e Sub-20)

MUSEU

Inaugurado em 10 de março de 2010, o Museu do Futebol e Esportes de Araraquara possui amplo acervo relacionado ao esporte local, incluindo camisas, troféus, fotografias, vídeos, faixas, flâmulas, jornais e revistas. O destaque é o futebol profissional da Ferroviária, mas o museu também apresenta material sobre o futebol amador, outros esportes e personalidades da crônica esportiva da cidade.

O ambiente é temático e decorado com banners que mostram imagens de equipes e esportistas que fizeram história em Araraquara. Atualmente, são mais de 10 mil fotografias, além de diversos outros itens, que podem ser apreciados em visitas individuais ou em grupos, guiadas pelos monitores da unidade.

Alguns dos destaques do museu são a bola do jogo que confirmou o acesso da Ferroviária à Séria A1 em 2015, a camisa de Helcias Pirola, jogador do time que subiu para a Primeira Divisão em 1955 e uma bandeira da volta à Elite em 1966, autografada por todos os jogadores.

Grande parte do material é doada por torcedores da Ferroviária, portanto, o acervo do museu segue crescendo a cada nova aquisição. Torcedores e familiares de ex-atletas que tiverem material significativo para a história da Ferroviária podem procurar a unidade para doações.

Arena padrão FIFA para 25000 pessoas

Mais informações sobre o Museu da Ferroviária

  • Endereço: Arena da Fonte Luminosa – Rua Mauro Pinheiro s/nº
  • Telefone: (16) 3322-2207
  • Horário de visitação: Terças a sextas, das 8 às 17 horas, e aos sábados, das 8h30 às 12 horas
  • Monitores: Gustavo Ferreira e Milton Najm