LOCOMOTIVA ONLINE
  1. Após fim da temporada, Vinícius Munhoz passa por formação na CBF
  2. Atacante Maurinho, ex-Avaí, é o primeiro reforço da Ferroviária para o Paulistão
  3. Atleta de e-Sports da Ferroviária é bicampeão brasileiro
  4. Locomotiva é vice-campeã da Copa Paulista e pode retornar ao Brasileirão!
  5. Em busca do tri, Locomotiva recebe o Clube Atlético Votuporanguense

Sobre a Ferroviária

Ferroviária Futebol S/A

Em meio à crise pela qual passava a Ferroviária em 2003, surgiu a ideia da criação de uma empresa para gerenciar as atividades de futebol da Associação Ferroviária de Esportes (AFE). Foi assim que, no dia 11 de novembro, foi realizada a assembleia que declarou formalmente constituída a Ferroviária Futebol S/A, além de eleger o Conselho de Administração da empresa e sua primeira diretoria. Com o time disputando a Série B1 do Campeonato Paulista, o objetivo traçado pela empresa era o retorno à divisão de elite do futebol paulista e ao cenário esportivo nacional. O planejamento começou a dar resultado já em 2004, quando a Ferroviária garantiu o acesso à Série A3.

Em 2006, o trabalho da empresa se refletiu na conquista do título da Copa Federação Paulista de Futebol (FPF). A Ferroviária levantou a taça com um empate por 1 a 1 contra o Bragantino em Bragança Paulista, já que havia vencido a primeira partida em casa por 1 a 0.

Na temporada de 2007, a Ferroviária retornou à Série A2 e disputou a primeira fase da Copa do Brasil contra o Juventude, mas acabou caindo após uma vitória em casa por 3 a 1 e uma derrota em Caxias do Sul por 2 a 0. Em 2009, com a reforma do estádio da Fonte Luminosa, a equipe grená mandou seus jogos no Estádio Municipal do Botânico e foi novamente rebaixada para a Série A3.

Já em 2010 veio o retorno à Série A2, após a Ferroviária terminar com o vice-campeonato do Campeonato Paulista da Série A3. Em 2015, o time voltou à elite do futebol paulista, após 19 anos. Sob comando do técnico Milton Mendes, a Ferroviária foi campeã da Série A2 com oito pontos de vantagem sobre o segundo colocado, terminando com 44 pontos (14 vitórias, dois empates e três derrotas). Em 2016, a equipe disputou novamente a Copa do Brasil e foi desclassificada na segunda fase pelo Fluminense. Na Copa Federação Paulista, a Locomotiva ficou com o vice-campeonato, sendo superada na final pelo XV de Piracicaba.

Em 2017, a Ferroviária conquistou pela segunda vez a Copa Federação Paulista de Futebol, ao bater na final o Internacional, com um empate por 0 a 0 em Limeira e vitória nos pênaltis na Fonte Luminosa, após empate por 2 a 2 no tempo normal.

PALAVRAS DO PRESIDENTE

Diretoria Administrativa

  • Presidente: Carlos Alberto Salmazo
  • Vice-Presidente: Luis Roberto de Moura Neves
  • Diretor de Planejamento: Roberto Braga
  • Diretor de Futebol: Roque Júnior
  • Diretor Financeiro: Enio Rodrigues
  • Diretor de Marketing: Humberto Boschiero
  • Diretor Administrativo: Bruno Pessotti

Conselho Deliberativo

  • Presidente: Welson Alves Ferreira Junior
  • Vice-Presidente: Waldemar Paschoalino junior
  • Membros Efetívos:
    Enio Rodrigues
    Everson Miguel inforsatto
    Marcelo Cavaleiro Liba
    Milton Luiz Gibin Cardoso
    Sidiclei Antonio Martins Menezes
    Denis Pimentel Lima
    Silvio Henrique Mariotto Barboza
    Humberto Lima Boschiero
    Julio Carneiro
    Antonio Eduardo Mauro

Gerência

  • Gerente Financeiro: Luciane Duran
  • Gerente de Marketing: Felipe Andrade Blanco
  • Gerente do Futebol Feminino: Lorena March
  • Gerente das Categorias de Formação: Milton Costa
  • Gerente do Futebol Profissional: Cristian Mendes